Nossas redes sociais

Dia a Dia

Feirão Limpa Nome começa hoje na Internet

Até o dia 30 de novembro, consumidores de todo o Brasil podem negociar dívidas atrasadas pela internet

Publicado

em

A partir de hoje até o dia 30 de novembro está no ar o Feirão Limpa Nome da Serasa Experian, que conta com a participação de mais de mil empresas de diversos segmentos (bancos e financeiras, cartões de crédito, telefonia, lojas e recuperadoras de crédito, entre outras), dispostas a dar condições especiais, com prazos de pagamentos diferenciados e (ou) descontos para a quitação das contas em atraso, para que seus clientes voltem a ter o nome limpo.

A negociação dos débitos em aberto pode ser feita pelo computador, tablet ou celular, com toda a segurança, em um site interativo, especialmente desenvolvido para a nova edição do Feirão Limpa Nome da Serasa Experian. Para participar, basta acessar o site www.feiraolimpanome.com.br.

Ao se cadastrar o consumidor será direcionado a uma página na qual estarão listadas as dívidas que constam na base de dados da Serasa e que podem ser negociadas com as empresas participantes. Também serão apresentados os canais de atendimento (telefones, e-mail, chat) disponibilizados por cada credor e, em alguns casos, ofertas pré-estabelecidas por meio de boleto bancário ou até mesmo simular, escolher a melhor condição de pagamento e gerar o boleto de forma online.

O site é desenvolvido em ambiente protegido, o que garante a proteção aos dados do consumidor. Assim, quem não tiver internet em casa, pode usar qualquer computador, celular ou tablet para negociar. Na última edição do Feirão Limpa Nome da Serasa, 320 mil consumidores limparam o nome.

Mapa da inadimplência

Segundo estudo desenvolvido pela área de Decision Analytics da Serasa Experian, em setembro de 2017, o número de consumidores inadimplentes no país chegou a 60,5 milhões, 1,51% a mais do que em setembro de 2016, quando eram 59,6 milhões. O montante alcançado pelas dívidas no nono mês deste ano foi de R$ 267,5 bilhões, commédia de quatro dívidas por CPF, totalizando R$ 4.422,00.

A maior concentração dos negativados tem entre 41 e 50 anos (19,5% do total). Em segundo no ranking de participação entre os inadimplentes estão os jovens de 18 a 25 anos, que respondem por 14,6% do total.

Veja, na tabela abaixo, os percentuais referentes a todas as faixas etárias:

Os homens representavam 50,9% dos inadimplentes em setembro/2017. A maioria das dívidas foi contraída junto aos setores bancários e de cartão de crédito (29,6% do total). Na comparação com setembro/2016 houve queda de 0,6 ponto percentual nas dívidas nesse segmento. O setor de utilities (energia elétrica, água e gás) respondeu por 17,8% do total de débitos em atraso, aumento de 0,6 ponto percentual na comparação comsetembro/2016.

Telefonia alcançou 11,7% do montante: queda de 0,2 ponto percentual em relação a setembro de 2016. Já a inadimplência do varejo era de 13,8% em setembro deste ano, aumento de 0,7 ponto percentual na comparação com o mesmo mês de 2016. O setor de serviços respondeu por 10,7% da inadimplência, queda de 2 pontos percentuais em relação a setembro de 2016.

Inadimplência por região

O estudo também mostra que, em setembro/2017, a região com maior percentual de inadimplentes do país era a Sudeste, com 54,0% do total, seguida pela região Nordeste, com 16,5%. O Sul ficou em terceiro, com 15,6% dos negativados.

Procura por limpar o nome aumentou no semestre

No primeiro semestre de 2017 o número de consumidores que utilizaram o serviço Limpa Nome da Serasa para negociar dívidas em atraso aumentou 65,3% em relação aos primeiros seis meses de 2016.

Feirão Limpa Nome é oportunidade

“O consumidor deve aproveitar a oportunidade da nova edição do Feirão Limpa Nome  para limpar o nome, renegociando com condições de pagamento que caibam em seu bolso para sair da inadimplência”, diz diretor de estratégia e gestão Serasa, Raphael Salmi. “Este ano decidimos por realizar o feirão 100% online para ampliar a oportunidade e ajudar o maior número de consumidores em todo o Brasil. Estamos na época de recebimento do 13º salário, e quem possui benefício, é recomendável que priorize o pagamento da dívida com este recurso”.

Todas as empresas participantes do Feirão Limpa Nome oferecem vantagens exclusivas aos consumidores para a negociação de pendências financeiras. Para isso, elas têm à disposição diferentes ferramentas de recuperação da Serasa Experian, o que lhes permite uma análise detalhada da situação de cada cidadão. “Cada empresa oferece uma proposta individualizada, com o objetivo de facilitar a conversa e proporcionar um bom resultado ao final do acordo ”, explica o executivo.

Consumidor deve se preparar antes de renegociar

O consumidor precisa fazer um bom planejamento antes de negociar uma dívida, colocando na ponta do lápis todas as despesas fixas e as dívidas já assumidas ou previstas. Assim, é possível saber quanto deve sobrar para pagar a nova dívida que será negociada (ou mais, se for o caso), escolhendo quais as condições e formas de pagamento melhor se encaixam no orçamento.

AGENDA
Feirão Limpa Nome Online
Data: de 6 a 30 de novembro.
Horário: 24 horas por dia
Continue a ler
Click para Comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dia a Dia

Motoristas da Uber pagarão mais de R$ 500 para trabalhar em Rio Claro

Publicado

em

Por

Lei que autoriza cobrança e limite de motoristas é de autoria da vereadora Carol Gomes (PSDB)

Os motoristas da Uber que quiserem trabalhar pelo aplicativo em Rio Claro vão ter que preparar o bolso. Levantamento feito pelo O JORNAL baseado em edital publicado no Diário Oficial estima gastos de cerca de R$ 500,00 por cadastro feito junto à prefeitura.

Para chegar ao valor, consideramos o valor cobrado pela Prefeitura de Rio Claro pelo ISSQN da modalidade em questão: R$ 330,00. Além disso, o edital exige, sem deixar claro, que o motorista seja segurado do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). No caso do profissional optar por contribuir como autônomo, tendo direito a todos os benefícios, será necessário desembolsar R$ 187,40. Caso o valor seja relativo a atividade como prestador de serviço de transporte de passageiros, serão 11% de recolhimento a cada viagem feita.

A lei que dá base para que a prefeitura cobre pelo cadastro é de autoria da vereadora Carol Gomes (PSDB) e limita em 123 o número de cadastros permitidos na cidade. A Uber diz que limitar o número de motoristas acaba com muitas oportunidades de geração de renda, além de impedir que pessoas deixem seus carros particulares em casa (leia nota ao final da reportagem).

A votação do projeto de lei que regulamenta o transporte por aplicativos foi marcada por polêmicas em função da pressão de taxistas que cobravam regras para os motoristas provados. O texto final, segundo a própria vereadora autora, foi feito em conjunto com representantes do Sindicato dos Taxistas.

As exigências feitas pela prefeitura são:

  • apresentar Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • apólice de seguro para o veículo, o motorista e o passageiro;
  • certificado de registro e licenciamento de veículo;
  • comprovante de inscrição como segurado no INSS;
  • comprovante de residência em nome do transportador ou do cônjuge;
  • certidão negativa de antecedentes criminais e declaração de que não está respondendo por infração à legislação penal; duas fotos 3×4;
  • comprovante de inscrição junto ao ISSQN como prestador dos serviços de transporte com CNAE 4923-0/02;
  • indicar em qual aplicativo o condutor está habilitado para prestar os serviços
Além disso, um selo será distribuído para que seja fixado nos veículos os identificando como aptos a prestar o serviço.

A pedido do O Jornal, a empresa Uber se posicionou sobre a legislação de Rio Claro:

Leis que visam impor limites artificiais  ao direito de cada um de fazer uso da tecnologia para gerar renda vêm sendo consideradas inconstitucionais pelo Judiciário. Ao limitar o número de motoristas que podem se cadastrar, ela acaba com muitas oportunidades de geração de renda, além de impedir que pessoas deixem seus carros particulares em casa e compartilhem sua viagem. A Uber está sempre aberta para discutir os benefícios que a tecnologia pode trazer para as pessoas e para as cidades e debater regulamentações modernas, que criam ambientes de inovação e garantem aos cidadãos o direito de escolha sobre como se movimentar – UBER

A empresa também disponibilizou um link com decisões judiciais que derrubaram leis parecidas: https://www.uber.com/pt-BR/newsroom/8-decisoes-judiciais-favoraveis-a-uber/

Continue a ler

Dia a Dia

Alunos das escolas públicas podem solicitar transporte gratuito

A solicitação deve ser feita nas escolas que têm até o dia 15 de janeiro

Publicado

em

Por

(Foto: Luciano Calligaris/PMRC)

É período de férias, no entanto, é preciso fazer os preparativos para o reinício das aulas. Um deles é a confecção da carteirinha ou cartão do transporte escolar dos alunos que devem ser providenciados pelos pais ou responsáveis pelos estudantes. A solicitação deve ser feita nas escolas que têm até o dia 15 de janeiro para enviar à Secretaria Municipal da Educação as listas com os nomes dos alunos que serão atendidos pelo serviço no ano letivo de 2018.

“Para ter direito ao transporte 100% gratuito o aluno precisa atender alguns critérios”, informa o secretário da Educação, Adriano Moreira. Atualmente, o município custeia o transporte de mais de oito mil estudantes. O serviço é realizado através de fretamento, por meio de convênio com a empresa Rápido São Paulo, fornecimento de passe escolar e com veículos de frota própria da secretaria.

“Os pais que precisam de transporte escolar para os filhos devem fazer a solicitação na escola que verifica se a criança atende os requisitos necessários”, explica Moreira. Caso isso seja confirmado, é emitida uma declaração que autoriza a confeccção do cartão ou carteirinha. Quem já utilizava o transporte escolar no ano passado deve fazer o recadastramento neste ano para continuar sendo beneficiado com o serviço.

Para ter transporte grátis, o aluno precisa morar a mais de dois quilômetros da escola, não pode ter sido transferido de unidade de ensino dentro do ano letivo e não ter escolhido escola para matrícula. “Caso os pais optem por uma escola diferente daquela para qual o aluno foi remanejado deverá arcar com o custeio de 50% do valor da passagem de ônibus”, esclarece a gerente Rafaela Gonçalves, do setor de Transporte Escolar da Secretaria da Educação.

Alunos menores de 12 anos são atendidos por transporte fretado ou veículo próprio da secretaria. Nesse caso, a carteirinha é simples e confeccionada na própria escola. Os estudantes maiores de 12 anos com direito à gratuidade recebem passe escolar para uso no transporte coletivo. O cartão deve ser feito no setor de transportes da Secretaria da Educação localizada no Núcleo Administrativo Municipal (NAM). É necessário apresentar a declaração emitida pela escola e originais do RG e do comprovante de endereço, além de uma foto 3×4. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13 às 17 horas.

De posse do cartão, o aluno deve procurar a Central de Atendimento da Rápido São Paulo na Rua 1, em frente ao terminal urbano na antiga estação ferroviária, para o carregamento das passagens que deve ser feito mensalmente. Quem optar por escolher a escola do filho tem direito a desconto de 50% no valor da passagem. Nesse caso, o cartão é feito diretamente na Central de Atendimento da concessionária de transporte, mediante apresentação da declaração da escola e documentos da criança.

Continue a ler

Dia a Dia

306.718.743,71 é o prêmio da Mega da Virada

Confira as dezenas sorteadas: 03-06-10-17-34-37

Publicado

em

A Mega-Sena da Virada foi sorteada na noite deste domingo. As dezenas sorteadas foram 06-37-34-10-03-17. Os acertadores vão receber um prêmio de 306.718.743,71 reais, segundo a Caixa Econômica Federal. De acordo com o banco, é o maior sorteio da história da Mega da Virada

Continue a ler
Advertisement //
Advertisement
Advertisement
Advertisement
Ajude a defender os corais da Amazônia. Assine a petição
Advertisement

Trending